fbpx Skip to content

Brasileiros mantêm interesse em comprar imóvel mesmo com pandemia

Antes da chegada da pandemia do novo coronavírus, 55% dos entrevistados tinham intenção de comprar um imóvel nos próximos três a seis meses e, após o isolamento social, esse patamar subiu ligeiramente para 56%, segundo levantamento da Xaza, plataforma de intermediação de processos de compra e venda de imóveis, em parceria com a empresa de pesquisas Toluna.

Dessa intenção de compra, apenas 16% pretendem adquirir imóveis residenciais e o restante foca em unidades comerciais. Em relação à venda, a intenção se manteve nos 15% antes e depois da pandemia.

A pretensão de 70% dos possíveis compradores é de adquirir um imóvel até R$ 500 mil, 24% pretendem comprar sua residência com valor entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão e 6% acima de R$ 1 milhão.

A visita ao imóvel ainda é importante dentro do processo de compra e venda, porém, com a pandemia, houve um crescente interesse em visitas virtuais, devido à necessidade de distanciamento físico.

Antes da pandemia, 64% dos entrevistados não comprariam um imóvel residencial sem a visita presencial e 14% das pessoas que buscam imóveis para investimento, disseram que comprariam sem visita prévia. Após o início do distanciamento, esses índices foram para 53% e 21%, respectivamente.

Fonte: Valor Investe

Simule Aqui

Come and visit our quarters or simply send us an email anytime you want. We are open to all suggestions from our audience.

Open chat
Fale com a gente pelo WhatsApp!